Conca no Flamengo e Chapecoense com seu primeiro reforço — Mercado da bola

Ajustar Comente Impressão

A diretoria do Rubro-Negro não comenta o caso, mantém firme o discurso de que não comenta especulação e hipótese, mas conversa com representantes do argentino na tentativa de empréstimo de uma temporada do jogador.

Sem Alan Patrick, que voltou de empréstimo ao Shakhtar (Ucrânia), o Flamengo mira num antigo sonho e velho rival: Dario Conca, do Shanghai SIPG, da China.

A quinta-feira (15) foi dia do Flamengo se aproximar de um novo reforço para 2017: Conca é o novo "alvo" e visto pelo clube como uma possível contratação. Sei que tem gente que o vê com restrições, mas tem um toque refinado, é bem habilidoso, rápido e tem a vantagem de ser veterano. Vale à pena o investimento - disse Janca.

- Tudo depende das condições que ele seria contratado. Sem levar em conta os valores, pensando apenas tecnicamente, acho excelente: jogador útil para o clube, sempre se machucou pouco e se dedicou muito. Neste aspecto vale. Mas se os valores forem altos a coisa muda de figura - disse Tironi. A previsão é que retorne aos gramados em maio.

De acordo com o portal Uol, as negociações com os chineses partiriam da premissa de que o jogador se recuperaria sob os cuidados do Fla e seria emprestado por um ano. O Rubro-negro abriu as portas do novo CT Ninho do Urubu para que o meia realize a última etapa da recuperação no CEP (Centro de Excelência em Performance) a partir de janeiro. No fim de 2014, o clube tentou tirar o meia do Fluminense e chegou a fazer uma proposta pelo jogador.

O experiente argentino está com 32 anos, e embora jogue por uma equipe da China, está há um bom tempo nos Estados Unidos, onde efetua o tratamento médico para se reabilitar e poder voltar a atuar.

Comentários