Molusco gigante e raro é encontrado nas Filipinas

Ajustar Comente Impressão

Alguns exemplares deste molusco haviam sido encontrados no século 18 e preservados no etanol, mas somente agora foi possível caputurar cinco espécies vivas.

Todos detalhes da descoberta foram publicados na revista cientifica Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States America (PNAS).

O vídeo acima mostra cientistas cuidadosamente cortando uma extremidade da concha do molusco, e uma longa e fina criatura negra é observada escorregando para fora da concha.

Ao todo, trata-se de um molusco com 1,55 metros de comprimento, seis centímetros de diâmetro e cor preta.

Existem outras espécies da família de moluscos aquáticos vermiformes, conhecido como Teredo Navalis, mas chegam a 1 m de comprimento e apenas 1 cm de diâmetro.

Em geral, se alimentam de madeira apodrecida e, por isso, costumam cavar galerias em embarcações. A sua exclusividade assenta não só pela estrutura física mas pelo facto de se alimentarem do lodo e de sedimentos marinhos, o que faz com que tenham um aparelho digestivo muito menor do que os outros teredens.

Segundo os cientistas, o verme tem corpo escuro e molenga que fica protegido no interior de uma espécie tubo parecido com um taco de baseball feito de carbonato de cálcio, secretado pelo próprio animal.

Segundo os cientistas, também cria uma capa rígida em sua cabeça, que é reabsorvida pelo molusco quando ele quer se enterrar mais na lama.

Comentários