Combatentes curdos tomam parte da 'capital' do Estado Islâmico

Ajustar Comente Impressão

Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Estado Islâmico, terá morrido durante um bombardeamento perto da cidade de Raqqa, segundo a televisão estatal síria.

A agência de notícias Amaq, que é tida como associada ao estado Islâmico, terá mostrado um vídeo de um corpo que se diz ser o de al Baghdadi.

A televisão oficial da Síria indica apenas que as forças sírias que estão na cidade de Raqa estão a tentar confirmar a identidade de um dos mortos.

Não é a primeira vez que a comunicação social noticia a morte do líder do Estado Islâmico.

Também a própria Amaq anunciou em 2016 que o radical islâmico tinha sido morto durante um ataque aéreo, no quinto dia do Ramadão, notícia que mais tarde viria a ser desmentida. Os Estados Unidos oferecem uma recompensa de 25 milhões de dólares em troca de informações sobre o jihadista.

Comentários