Aplicativos de transporte Cabify e Easy se unem na América Latina

Ajustar Comente Impressão

Cabify e Easy acabam de firmar um acordo para fundir as operações na América Latina, segundo informações da Bloomberg confirmadas ao InfoMoney na manhã desta quinta-feira. Segundo a reportagem, que ouviu pessoas próximas ao assunto, a empresa espanhola e a brasileira devem combinar sua base de investidores para expandir os serviços na região.

À Bloomberg, o CEO mundial da Cabify, Juan de Antonio, disse que a aliança tem a visão de agilizar as mudanças em mobilidade para os cidadãos. Entretanto, o executivo se recusou a comentar o aumento de capital, limitando-se a dizer que "a aliança tem como objetivo tornar esta visão uma realidade mais rápida". O maior mercado da empresa é o Brasil.

Outra rival, a brasileira 99 recebeu só neste ano US$ 200 milhões de aportes liderados pela Didi Chuxing, espécie de "Uber chinesa", e da japonesa SoftBank.

Por meio de comunicado, a assessoria do Cabify no Brasil confirmou que Easy e Cabify assinaram acordo de aliança e que oferecerão produtos que se complementem. O Olhar Digital já fez um comparativo entre Uber e Cabify, que você pode ver por meio deste link, e há também um aplicativo que compara, em cada caso, qual é o serviço mais barato.

Mesmo após a união, os dois apps de transporte continuarão disponíveis.

"Assim como na indústria automotiva, onde você tem Hyundai e Kia, Nissan, Renault e Mitsubishi com alianças estratégicas, mas operando diferentes negócios, esta é a nossa visão atual para a aliança da Easy com a Cabify".

"Easy apresentou recentemente o seu melhor trimestre da história e, agora, com esta aliança estratégica, acreditamos que estaremos em uma posição ainda melhor para continuar atraindo talentos, investimentos e crescendo nosso negócio", acrescentou Dennis Wang, co-fundador da Easy.

Comentários