Atentado com carro-bomba mata pelo menos 29 no sul do Afeganistão

Ajustar Comente Impressão

Cabul, 22 jun (Lusa) - Pelo menos 20 pessoas, na maioria civis, morreram e outras 55 ficaram feridas em consequência de um atentado suicida perpetrado hoje com um carro carregado de explosivos à entrada de uma dependência bancária no sul do Afeganistão.

Segundo Omar Zwak, porta-voz do governo, o ataque atingiu principalmente civis, mas agentes de segurança que aguardavam para receber seus pagamentos e funcionários do New Kabul Bank também estão entre as vítimas.

Imagens exibidas pouco depois da explosão mostram corpos mutilados, reunidos nas caçambas das picapes da polícia.

O segundo, executado em fevereiro e reivindicado pelos talibãs, deixou seis mortos e 20 feridos quando um homem-bomba detonou sua carga no momento em que os clientes esperavam em uma fila para receber os salários.

Helmand, um dos dos maiores centros de cultivo de ópio, e um tradicional local controlado pelo Talibã, tem estado sob pressão em grandes áreas da província nas mãos dos insurgentes.

A explosão aconteceu no período em que os muçulmanos estão se preparando para celebrar o festival Eid al-Fitr na próxima semana, marcando o fim do mês sagrado do Ramadan.

No final de maio, vários talibãs executaram outro ataque contra outra sucursal do Novo Banco de Cabul na província oriental de Paktia, causando sete mortos e 31 feridos.

Os extremistas também admitiram que estão por trás das operações contra as forças ocidentais, das quais exigem a saída do país. Cerca de 300 militares foram destacados para a região.

Comentários