Tropas de Israel atacam posição síria

Ajustar Comente Impressão

Militares israelenses bombardearam posições do Exército sírio nas Colinas de Golã neste sábado, como retaliação a dez disparos que vieram do lado sírio da fronteira e atingiram território ocupado israelense, sem deixar vítimas ou provocar danos. Segundo o Exército, nenhum ferimento ou dano foi causado, mas com israelenses se aproximando de Golan Heights, os militares tomaram precaução para pedir civis para evitar a região. Israel permaneceu firmemente à margem da lei civil da guerra na Síria, agora em seu sétimo ano, abstendo-se de tomar partido ou de ficar atraído em hostilidades.

Também acredita-se que Israel realizou ataques aéreos contra carregamentos de armas destinados ao seu pior inimigo, o Hezbollah, cujos combatentes estão na Síria apoiando as forças do governo.

"Responderemos energicamente a qualquer ataque ao nosso território ou a nossos cidadãos", declarou neste domingo o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

"As Forças de Defesa de Israel não irão permitir qualquer tentativa de atingir a soberania de Israel e a segurança de seu povo, e consideram o regime sírio responsável pelo que acontece em seu território", disseram as Forças de Defesa de Israel em comunicado, informa o "Haaretz".

Já a mídia estatal síria disse que várias pessoas foram mortas. Logo anexou o platô estratégico de onde se vê o norte de Israel é, mas essa anexação não é reconhecida internacionalmente.

Comentários