Federer vence Cilic, conquista Wimbledon e bate recorde

Ajustar Comente Impressão

Catorze anos depois que um novato suíço com rabo de cavalo ganhou seu primeiro grande título no The All England Club, Federer retornou neste domingo como um veterano de 35 anos para confirmar sua condição de melhor jogador da história do Grand Slam disputado em quadra de grama com o oitavo título conquistado, um recorde. Os primeiros dois sets foram desequilibrados, com Federer a controlar quase todos os aspectos do jogo.

Foi no torneio mais tradicional do circuito que o tenista suíço despontou para o tênis mundial, em 2003, ao faturar seu primeiro título de Grand Slam e abrir caminho para uma carreira recheada de troféus e recordes. Federer, com toda sua experiência, se mostrou tranquilo durante a parcial e quebrou o serviço do rival em duas oportunidades, fechando em 6/3. Até chorar antes de esconder o rosto embaixo de uma toalha e acabou não recebendo o atendimento.

Após o torneio de Wimbledon, são várias as outras movimentações no top 10, com destaque ainda para a queda de Wawrinka do 3.º para o 5.º posto, de Milos Raonic de 7.º para 9.º e a saída de Jo-Wilfried Tsonga dos dez melhores.

Quando perdia por 3 games a 0 no segundo set, Marin Cilic foi atendido pelo fisioterapeuta e estava chorando.

Cilic começou o terceiro set sacando e sabia que uma quebra seria fatal. Tomou um analgésico e retornou ao duelo com uma nova proteção no local.

Federer garantiu a hegemonia em sua superfície preferida, em 1 hora e 41 minutos de partida. Ter agora uma outra chance chegar ao número oito, estar tão próximo nesta fase, é um grande sentimento.

Marin Cilic começou este domingo apenas a uma vitória de se tornar campeão de Wimbledon, um marco na carreira de qualquer jogador, mas depressa percebeu assim que entrou em court que as aspirações ficavam cada vez mais longe. Cravou 23 bolas vencedoras, diante de 16 de Cilic.

"Continuei acreditando, sonhando e aqui estou", comentou Federer após receber em mãos a famosa taça dourada do torneio.

Comentários