Sobe para 36 o número de mortos em colisão de comboios

Ajustar Comente Impressão

A colisão aconteceu às 14h15 locais (13h15 em Lisboa), perto da estação suburbana de Khorshid, na região Este de Alexandria.

Imagens do local do acidente exibidas pela televisão estatal mostraram dezenas de pessoas aglomeradas em torno de vagões danificados, com corpos de pessoas mortas no chão.

A maioria dos feridos foi levada para diferentes hospitais de Alexandria, de acordo com nota divulgada pelo Ministério.

Depois do acidente, os feridos foram retirados dos vagões e colocados em cobertores dispostos ao longo de ambos os lados da via, em um campo na periferia da cidade. O outro trem teria batido na sequência. O promotor público Nabil Sadek ordenou uma investigação urgente sobre o caso.

O acidente ferroviário desta sexta-feira é o mais letal no país desde a colisão, em novembro de 2013, de um trem com um ônibus no sul do Cairo. Entre as vítimas havia membros de uma família extensa que retornava de um casamento.

Um acidente de trem na cidade de Alexandria, no Egito, deixou mortos e feridos. E um ano antes, a colisão entre um carro e um comboio numa passagem de nível em Assiout, no centro do país, provocou 51 mortos, entre os quais 47 crianças. Um incêndio num comboio, a cerca de 40 quilómetros do Cairo, fez então 370 mortos. Foi o pior acidente desse tipo na história do país e um dos mais graves no mundo nos últimos 20 anos.

Comentários