Netflix e Disney conversam sobre títulos da Marvel Studios e Lucasfilm

Ajustar Comente Impressão

- Ainda estamos em discussões ativas com a Disney sobre a chance de garantir um acordo para manter os direitos de transmitir lançamentos de Marvel e Lucasfilm após 2019 - explicou o executivo. "Por isso que começamos a fazer produções originais há cinco anos, já antecipando que uma conversa com estúdios e produtoras não seria fácil", afirmou em entrevista à Reuters. Na terça, Iger disse que os filmes de Marvel e Lucasfilm poderiam tanto ir para Netflix ou outro serviço de transmissão depois de 2019, como continuar com a Disney, que manteria os direitos para si.

A Disney anunciou na última terça-feira que vai retirar novos filmes da Disney e da Pixar da plataforma da Netflix, começando com seus lançamentos de 2019, para colocar os longas em um novo serviço online da marca Disney. A lista inicial de títulos da biblioteca vai incluir Toy Story 4, Frozen 2 e a adaptação live-action de O Rei Leão. Sem contar que terá todo o seu acervo, que reúne filmes da Pixar e programas do Disney Channel, Disney Junior e Disney XD. Logo depois do anúncio da Disney nos Estados Unidos, a Netflix brasileira informou que por aqui não há mudança em relação ao catálogo disponível hoje.

Vale lembrar que caso a separação aconteça de forma total, isso pode afetar a parceria da Marvel com a Netflix, atrapalhando os acordos envolvendo as séries dos heróis Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro e Os Defensores.

Comentários