McGregor é processado por segurança atingido por lata de energético em coletiva

Ajustar Comente Impressão

A tumultuada coletiva do UFC 202, em agosto de 2016, pode pesar no bolso para Conor McGregor, mais de um ano depois do episódio, em Las Vegas.

William Pegg justifica no processo que Conor recebeu U$ 15.000.000,00 (quinze milhões de dólares) pelo combate em que fora significantemente atingido 166 vezes por Nate. O contato da lata com o seu corpo teria lhe causado despesa de U$ 5.000,00 (cinco mil dólares), mas ele deseja receber U$ 95.000 (noventa e cinco mil dólares) de indenização.

"Nate Diaz não é m****". Os lutadores e suas respectivas equipes se envolveram em uma guerra diante dos microfones, com direito a arremessos de garrafas de água e latas de energético.

Pelo incidente, Conor McGregor já havia sido condenado pela Comissão Atlética de Nevada a pagar uma multa de US$ 75 mil, que posteriormente foi reduzida para US$ 25 mil, além de ter de prestar 25 horas de serviços comunitários.

Comentários