Youtuber mais bem pago do mundo, PewDiePie, faz comentário racista em vídeo

Ajustar Comente Impressão

O sueco Felix Kjellberg, mais conhecido como PewDiePie, voltou a envolver-se em polémica.

Durante um livestream, Felix Kjellberg terá proferido algumas palavras racistas durante um encontro de PlayerUnknown's Battlegrounds, tendo imediatamente pedido desculpa pelos seus comentários.

Além de muitos palavrões, o termo usado por ele foi "nigger", que e é um termo extremamente racista.

Para já, PewDiePie ainda não comentou esta decisão de Sean Vanaman. Desta vez, ele fez um comentário racista durante uma transmissão de game.

O clipe circulou pelas mídias sociais rapidamente e gerou uma reação forte de Sean Vanaman, diretor de Firewatch, que iniciou um boicote de sua desenvolvedora, a Campo Santo, a qualquer vídeo que PewDiePie tenha feito (ou venha a fazer) sobre os jogos da desenvolvedora.

No ano passado, o youtuber recebeu 15 milhões de dólares (cerca de R$ 46,3 milhões) no YouTube, já que ele recebe bilhões de visualizações por mês, o que gera considerável quantia oriunda de publicidade. "Nosso jogo em seu canal = endosso".

Comentários