Após 3 derrotas seguidas, Chapecoense demite técnico

Ajustar Comente Impressão

Após a derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, na Arena Condá, a Chapecoense demitiu o técnico Vinícius Eutrópio. Eutrópio dirigiu o time em 13 jogos entre Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana, foram quatro vitórias, dois empates e sete derrotas, dando um aproveitamento de cerca de 36%. De lá para cá, o aproveitamento da equipe no campeonato nacional foi de apenas 27,4%.

No Brasileirão, Eutrópio conquistou apenas 11 pontos em 12 partidas - aproveitamento de 30,5%. Como comparativo, o Atlético-GO é o lanterna da competição em números absolutos com 27,3%.

De acordo com o texto, houve acordo entre clube e treinador, que optaram por encerrar a passagem de Eutrópio pelos catarinenses. Na sequência, os integrantes do departamento de futebol da Chapecoense participaram da conversa. "A Chapecoense deseja sucesso ao treinador em seus projetos futuros, cientes de que em sua passagem pelo comando técnico do time, demonstrou respeito e dedicação ao clube", escreveu a assessoria. Até a chegada de um substituto, o auxiliar Emerson Cris vai comandar a equipe de forma interina. Segundo informações divulgadas ontem, a cartolagem catarinense trabalha com 5 nomes: Jorginho, Eduardo Baptista, Argel, Roger Machado e Enderson Moreira. Já os outros treinadores estão livres para assumir o cargo. No entanto, o jornalista Roberto Alves afirmou nesta tarde na CBN/Diário que o técnico recebeu proposta do clube.

Antes do confronto pela permanência, a Chape mira no Flamengo, equipe que enfrenta na noite desta quarta-feira, em jogo válido pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Comentários