Em crise financeira, Air Berlin cancela voos por ausência de pilotos

Ajustar Comente Impressão

O empresário precisou num comunicado que as empresas Lufthansa, Condor, Tui, Germania e Niki Lauda tinham sido informadas que podem participar na oferta e que, se não estiverem interessadas, estaria disposto a assumir sozinho, com o apoio de investidores, o saneamento da companhia insolvente. A empresa já admite suspender operações caso a situação não seja resolvida em breve. Foram cerca de 200 dos 1.500 profissionais da companhia que alegaram o mesmo motivo.

As informações de partidas, no site da Air Berlin, mostram voos cancelados em uma variedade de aeroportos alemães, incluindo Berlim Tegel, Duesseldorf, Hamburgo e Colónia. "Isso nos custo muitos milhões de euros", criticou Winkelmann sobre uma possível ação conjunta dos pilotos. "Esse é o único jeito de salvar o maior número de empregos possível". O acontecimento vem poucos dias antes do encerramento do período aberto para propostas oficiais - até a próxima sexta-feira (15) - pela compra da aérea alemã.

Comentários