Oposição venezuelana nega que vá retomar negociação com o governo

Ajustar Comente Impressão

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, declarou nesta terça-feira (12) que o governo do país vai participar das negociações com a oposição.

As negociações foram uma iniciativa do ex-primeiro-ministro da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, e do presidente da República Dominicana, Danilo Medina. Ele vai liderar uma delegação do governo venezuelano. Eles disseram estar convencidos de que existe "oportunidade para um processo de encontro, reconhecimento mútuo e reconciliação".

A oposição exige também "respeito à independência de poderes do Estado" e "o reconhecimento pleno das competências constitucionais da Assembleia Nacional (Parlamento)", controlada pela oposição e que teve suas atribuições retiradas pelo Supremo Tribunal e pela Assembleia Nacional Constituinte, instaurada pelo chavismo.

O ministro dos Negócios Estrangeiros venezuelano, Jorge Arreaza, garantiu já ao seu homólogo francês, Jean-Yves Le Drian, que as conversações começam hoje na República Dominicana.

Comentários