Botafogo x Santos: saiba o que está em jogo para o Fogão

Ajustar Comente Impressão

O próximo desafio pela competição nacional será justamente este confronto entre alvinegros adversários diretos e que também precisam se dividir entre Brasileirão e Libertadores. Por essa razão, o técnico Jair Ventura deve escalar todos os seus titulares.

Com campanha mais discreta no Brasileirão, o Botafogo ocupa o sétimo lugar da tabela, fora do G6, que dá vaga na próxima edição da Libertadores. Santos, 41; 4º, Palmeiras, 37; 5º, Flamengo, 35; 6º, Cruzeiro, 34; 7º, Botafogo, 34; 8º, Vasco, 31; 9º, Atlético PR, 31; 10º, Fluminense, 31; 11º, Atlético MG, 30; 12º, Sport, 29; 13º, Ponte Preta, 28; 14º, Avaí, 28; 15º, Bahia, 27;16º, Coritiba, 27; 18º, Chapecoense, 25; 19º, São Paulo, 24; 20º, Atlético GO, 19.

Uma derrota, dois empates, três bobeiras.

Como se enfrentar o Botafogo no Engenhão não fosse uma missão suficentemente complicada, o Santos ainda terá uma dificuldade extra por levar a campo seu time reserva, enquanto os anfitriões dão sinais de que deverão jogar com força máxima.

De acordo com o jornal Lance, os dois lados têm interesse em aumentar o vínculo e já houve um primeiro contrato. A novidade será o retorno do argentino Vecchio, que está há dois meses sem jogar em função de uma contusão na coxa direita. "O espírito de quem entra é o mesmo de quem vem jogando". A gente trabalha para aproveitar as oportunidades que aparecem. "Então, é assim que a gente vai entrar amanhã", declarou o lateral Daniel Guedes, um dos que receberá uma chance na equipe. O treinador do time carioca fechou o treino desta sexta-feira e evitou confirmar a escalação dos reservas para o duelo no Engenhão.

Provável baixa no duelo deste sábado, por causa da estratégia do treinador de poupar os titulares, o volante Matheus Fernandes fez questão de valorizar a partida contra o Santos. O Campeonato Brasileiro é muito importante e não podemos dar mole. "É importante para a nossa caminhada", afirmou.

Comentários