Corpo de jornalista britânico morto por crocodilo é achado no Sri Lanka

Ajustar Comente Impressão

O corpo de um jornalista britânico morto no Sri Lanka foi encontrado após suspeitas de um ataque de crocodilo.

Paul tinha 24 anos, e estava de férias com os amigos na ilha, quando se afastou do grupo para ir lavar as mãos, nesse mesmo momento, e deacordo com o relato de várias testemunhas, o homem foi arrastado para a água. "O corpo estava preso na lama", acrescentou.

Fawas Lafeer, o dono da escola de surf onde Paul estava a ter lições, contou ao The Guardian que "Esta é a primeira vez que aconteceu uma coisa deste género" naquela zona e garantiu que Elephant Rock (localidade onde se deu o incidente) "é sempre segura para fazer surf".

O jovem, licenciado na Universidade de Oxford, trabalhava no Financial Times há dois anos, tendo entrado como estagiário.

"As circunstâncias foram trágicas, mas a causa final da morte ainda não foi estabelecida. Nossos pensamentos são com sua família e pessoas próximas a ele", afirmou o amigo Alex Barker em um tributo ao colega no site do jornal. O diretor-executivo da publicação o descreveu como "um jovem jornalista talentoso, dedicado e cheio de energia".

Comentários