Confrontos nos Estados Unidos devido a morte de jovem negro

Ajustar Comente Impressão

A polícia dos EUA afirmou neste sábado (16) que pelo menos dez agentes foram feridos durante um protesto em St. Louis, no Estado do Missouri, contra a absolvição de um ex-policial branco que matou um jovem negro. As forças de segurança usaram gás lacrimogêneo contra um grupo de manifestantes que estaria danificando propriedades públicas e privadas, informou a Polícia local.

Os protestos começaram na manhã de sexta-feira, depois de um juiz ter absolvido o antigo agente da polícia de St. Louis, Jason Stockley, de 36 anos, doe homicídio premeditado de Anthony Lamar Smith, de 24 anos, em 2011.

Em 2011, o rapaz foi baleado durante uma perseguição policial e não resistiu aos ferimentos. Jason Stockley garantiu ter visto o suspeito segurar uma arma antes do início da perseguição.

O objeto, entretanto, não aparece em imagens gravadas por testemunhas e por uma câmera instalada no carro do policial. Ele considerou que a Promotoria não havia conseguido demonstrar que o policial não agiu em legítima defesa.

A multidão foi aumentando ao longo do dia no exterior do tribunal Carnhan, no centro da cidade. Os militantes gritaram palavras de ordem como "sem justiça, sem paz" e chamaram Stockley de assassino.

"Fomos informados pelo Departamento de Polícia de St. Louis que não estão à disposição para dar a proteção habitual a nosso público, como seria esperado em um evento desta magnitude", disseram.

Comentários