Pizzi deixa seleção após falhar apuramento para o Mundial — Chile

Ajustar Comente Impressão

O treinador falhou o apuramento para o Mundial 2018, assumiu "todas as responsabilidades" e vai deixar o cargo. No final da partida, Juan Antonio Pizzi garantiu que não vai ficar no comando técnico da seleção.

"Há que falar e avaliar o que querem para a seleção e, com base nisso, escolher".

O contrato de Pizzi, antigo avançado que passou pelo FC Porto como jogador em 2000, finaliza este mês. Eu sou o primeiro e maior responsável, porque fui eu que escolhi as convocações. "Fechou-se um ciclo em que se viveram momentos de muita alegria".

Comentários