Rui Vitória desvaloriza declarações de Sérgio Conceição

Ajustar Comente Impressão

Sérgio Conceição disse numa entrevista à Gazzetta dello Sport que quer "interromper o domínio do Benfica" e Rui Vitória vê isso com toda a normalidade, desvalorizando as palavras do treinador do FC Porto. "Foi o que me pediram", vincou, com um discurso sereno mas ambicioso: "Somos primeiros no campeonato e queremos o título. Não esqueço a Taça de Portugal, enquanto na Champions queremos fazer boa figura", salientou o treinador portista.

"Mas calma, foram apenas 90 minutos". Não é como outros onde os valores são muito diferentes.

"Inevitavelmente", o técnico aguarda por reforços quando reabrir o mercado em janeiro, embora consciente que "há o fair-play financeiro" para respeitar. Já no verão tivemos que confiar nos jogadores que regressaram de empréstimo, como Aboubakar, Marega, Sérgio Oliveira, Reyes, Ricardo Pereira e Hernâni.

"O plantel é curto", concordou Sérgio Conceição, mas terá de ser suficiente para os dragões voltarem a conquistar a Liga. "Ainda assim, tentaremos fazer qualquer coisa", considerou. "O medo, em termos desportivos, para mim não existe", atirou.

Foi também "por questões económicas" que o FC Porto se viu 'obrigado' a vender André Silva ao Milan, por 38 milhões de euros. Gostaria de voltar, mas não escondo que a Premier League me fascina. "Conheço muito bem a Serie A, nunca é fácil. Tem qualidade e é jovem, logo veremos", opinou acerca do internacional português.

Comentários