Selecionador venezuelano denuncia "visitas femininas" ao hotel da equipa

Ajustar Comente Impressão

O selecionador da Venezuela, Rafael Dudamel, acusou o Paraguai de tentar "táticas antigas" para distrair os jogadores antes do jogo que opôs as duas seleções, em Assunção, e que poderia dar apuramento aos paraguaios. Sobre o incidente, Dudamel ainda teve tempo para brincar: "Souberam escolhê-las bem, isso sim". Recebemos visitas de várias visitas de mulheres durante a noite no hotel. Mas os tempos mudaram e o futebol evoluiu. "Não nos surpreenderam. São estratégias velhas", afirmou o treinador.

"Era um bom grupo de mulheres, escolheram bem as meninas". Nós rimos da situação porque não sabemos quem teve essa ideia. "Mas felizmente não houve tentações, houve profissionalismo e consequência disso houve os três pontos que foram jogadores com toda autoridade", finalizou. "A Venezuela já não o elo mais fraco, já não são três pontos assegurados", atirou, em declarações reproduzidas pelo portal Univision Deportes.

Comentários