Brasil encerra Eliminatórias com goleada sobre o Chile

Ajustar Comente Impressão

Se em 2014 o Brasil eliminou o Chile nos pênaltis nas oitavas do Mundial, em um Mineirão lotado, desta vez, no Allianz Parque lotado, o time verde e amarelo nem sequer deixou o adversário chegar à Rússia: vitória por 3 a 0, resultado que deixa o oponente na sexta colocação, fora até da repescagem.

A Seleção Brasileira deu um show em campo e apesar de estar classificada para a Copa, jogou como se estivesse no lugar dos chilenos, e estes não conseguiram garantir a tão buscada vaga na competição mundial. Com a vitória sobre o Chile, a seleção terminou com 41 pontos, 10 a mais que o segundo colocado, Uruguai. O centroavante Gabriel Jesus, revelado pelo Palmeiras, dono do estádio, e atualmente no inglês Manchester City, marcou duas vezes e acabou como artilheiro do Brasil no torneio, com sete gols - Neymar e Paulinho fizeram seis cada um. Atual bicampeão da Copa América e vice da Copa das Confederações, o Chile fica de fora da Copa do Mundo. A dois minutos, em cruzamento de Isla, o ex-gremista Vargas cabeceou no canto esquerdo para defesa difícil de Ederson, que recebia sua primeira chance de Tite.

Foi uma despedida digna de uma seleção que resgatou a autoestima dos torcedores brasileiros. Não por causa de um golaço de Neymar ou grande jogada de Valdivia - que teve desempenho tímido em seu retorno ao estádio do Palmeiras -, mas pelo gol que o Equador marcou diante da Argentina antes do primeiro minuto do jogo em Quito. Além disso, valorizava bastante o tempo quando a bola não estava em jogo, irritando Neymar e os seus amigos com uma e outra faltas mais duras. Com Bravo em seu alcance, Gabriel Jesus avançou e marcou o terceiro para fechar a conta em São Paulo em 3 a 0 e enterrar de vez os chilenos que ficam fora da Copa.

Pressionando a saída de bola, o Brasil deu trabalho ao Chile no primeiro tempo. Na sequência, após contra-ataque rápido, Philippe Coutinho lançou Neymar no ataque, que dominou e rolou par Gabriel Jesus completar: 2 a 0.

Na etapa final, o Brasil fez a superioridade virar gols.

O Chile começou assustando logo aos dois minutos, mas Éderson apareceu bem e defendeu. Aos nove minutos, Daniel Alves cobrou falta de longa distância, com efeito, e Bravo deu rebote.

O primeiro tempo do confronto terminou sem gols, mas o Brasil tomou iniciativa e criou oportunidades.

Willian - puxou um contra-ataque nos minutos finais da partida e deu de bandeja para Roberto Firmino, que perdeu o gol. Sacou Renato Augusto, mais uma vez apagado, para a entrada de Fernandinho. No contragolpe, entretanto, Gabriel Jesus foi lançado por Willian e aproveitou a meta vazia para entrar com bola e tudo.

Comentários