Travesti baleado na boca por cliente

Ajustar Comente Impressão

Uma travesti foi baleada com pelo menos dois tiros, após realizar um programa sexual, hoje de madrugada, no bairro Jardim Potiguar, região do Zero Quilômetro, em Várzea Grande.

Eliandro é um dos cinco travestis que foram presos na semana passada dentro de um motel no mesmo bairro onde agora foi baleado.

De acordo com o site brasileiro G1, a vítima, Eliandro Brasilino de Morais, de 31 anos, foi atingida na boca e no braço.

A assessoria da unidade informou que a travesti já passou por procedimento cirúrgico e não corre risco de morrer.

Os policiais encontraram a travesti caída no chão e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima do caso anterior, um homem de 41 anos, ainda teria sido agredido pelas travestis. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e será investigado pela Polícia Civil. A vítima foi encaminhada ao pronto-socorro do município e o responsável pelos disparos não foi identificado.

Ao ser deixada na rua pelo cliente, o suspeito fez disparos contra a vítima, que foi atingida na boca e no braço esquerdo.

O cliente estaria em um carro C4 Pallas Sedan, de cor vermelha. O estado dela é considerado grave. A paciente aguarda a realização de uma tomografia e a avaliação de um neurologista nesta quarta-feira.

Comentários