Sucesso em "Smallville", atriz Allison Mack lidera suposta seita de escravas sexuais

Ajustar Comente Impressão

De acordo com o Daily Mail, Allison Mack, 35 anos, foi apontada como uma das líderes de um culto sexual, investigado por extorquir, espancar e tatuar seus integrantes. Isso porque Allison Mack, a famosa Chloe Sullivan de Smallville foi acusada de comandar um grupo que escraviza mulheres sexualmente.

A matéria afirma que, a mando de Raniere, Allison era responsável por recrutar moças para entrarem para o culto, que funcionava no esquema de pirâmide. Quem não conseguisse recrutar novos membros, era espancado e tatuado. Mack é subordinada imediata de Raniere, sendo a segunda líder mais poderosa do grupo.

Expulso da divisão, ele contou que grupo é chamado DOS, derivado de um outro grupo de autoajuda conhecido como "NXIVM".

Como prova que colabora com a acusação, estão as fotos da pele de jovens marcadas com um símbolo que seria a junção das iniciais de Keith e Allison.

Segundo Frank Parlato, ex-membro do grupo, a atriz ordenava punições físicas as jovens e ainda as chantageava para que não saíssem do grupo.

Os representantes de Allison Mack dizem estar preparando uma declaração pública sobre o caso.

Comentários