Google vai encerrar o suporte ao YouTube para o Amazon Fire TV

Ajustar Comente Impressão

As duas empresas afirmaram, ainda, que esperam resolver esse impasse o mais rápido o possível.

Um porta-voz da gigante de buscas disse, em uma declaração por e-mail, que a Alphabet tentou chegar a um acordo recíproco com a Amazon para produtos e serviços, mas não alcançou um pacto. Dada essa falta de reciprocidade, não estamos mais fornecendo suporte ao YouTube no Echo Show e no FireTV. Mas a Amazon já não vende produtos da Google como o Chromecast ou Google Home, não disponibiliza o Prime Vídeo aos utilizadores do Google Cast, e, no mês passado, deixaram de vender alguns dos produtos mais recentes da Nest.

A batalha entre as duas companhias é bem mais complexa do que estes problemas com apps, com a Amazon a ser acusada de tirar partido da sua loja online para promover os seus próprios produtos, em detrimento dos da concorrência, ao ponto de já nem vender muitos produtos da Google. Na época, ambos os lados culparam o outro. Como teve o pedido negado, reagiu retirando o YouTube dos streamings da Amazon. Até que o Google decidiu interromper o funcionamento do aplicativo por violação dos termos de serviço, já que ele não dava acesso a funções importantes da plataforma, como inscrição em canais e recomendações de vídeos.

Sendo assim, a versão Echo Show já cessou o serviço, o que vai acontecer em breve com os usuários da FireTV da Amazon que verão em breve em suas telinhas uma mensagem informando que o YouTube será desativado até o dia 01 de janeiro de 2018. O YouTube é consistentemente um dos aplicativos de transmissão de vídeo mais populares, e é decepcionante não poder usá-lo.

Esta é a primeira vez que a gigante de Mountain View responde duramente a falta de competitividade da Amazon, que deixou de comercializar produtos da Nest e, anteriormente, já havia decidido encerrar as vendas do Chromecast, Nexus Player e impedir a comercialização do Google Home. A empresa disse ainda que seus consumidores poderão utilizar o YouTube através do navegador dos dois dispositivos, enquanto a negociação não se resolve.

O Insanely Tech chegou ao Android!

Comentários