Tarifa de ônibus será de R$ 3,60, e estudantil de R$ 1,15

Ajustar Comente Impressão

Por esse motivo, os estudantes da capital pretendem fazer manifestação na próxima terça-feira (9) e estão fazendo convocação através das redes sociais com a finalidade de que o aumento não seja aprovado pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho. Os novos valores já começam a vigorar a partir desta terça-feira (09).

Segundo o decreto municipal, o reajuste da passagem considera, entre outros fatores, "a necessidade da manutenção do equilíbrio econômico-financeiro para o pleno funcionamento do Serviço de Transporte Coletivo Urbano do Município de Teresina".

O valor aprovado pelo prefeito é menor que o proposto pelo Conselho Municipal de Transporte, estipulado R$3,71 para a tarifa inteira e R$1,18 para a estudantil. O chefe do executivo municipal, entretanto, estabeleceu que o valor da passagem inteira será de R$3,60 e para estudante R$1,15. Já o presidente da Associação dos Usuários de Transporte de Teresina, José Borges Sousa, se absteve da votação. "Temos a informação de que a prefeitura pagou R$ 12 milhões no último ano para o Setut com a justificativa de déficit no sistema", explicou Emerson Sammuel Araújo, advogado do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal do Piauí (DCE-UFPI).

Como medida para amenizar as manifestações contra o reajuste da passagem de ônibus, a tarifa estudantil estava congelada desde 2012, quando os estudantes realizaram uma onda de protestos nas ruas da capital.

O congelamento da tarifa estudantil por cinco anos seguidos vinha garantindo menos resistência do movimento estudantil contra os valores das passagens. A primeira delas acontecerá a partir das 16h de amanhã (9), na Praça do Fripisa, no Centro de Teresina.

Comentários