Banco Mundial corta crescimento de Moçambique para 3,2% este ano

Ajustar Comente Impressão

O Banco Mundial elevou sua previsão de alta do PIB do planeta do ano passado de 2,7%, realizada em junho, para 3%.

O Banco Mundial (BM) fez uma forte revisão em baixa da previsão de crescimento económico em Moçambique este ano para 3,2% do Produto Interno Bruto (PIB), o que significa um corte de 2,9 pontos percentuais face às previsões de junho.

O relatório faz várias referências a Moçambique, salientando a alta dívida pública e o fortalecimento do metical devido ao aumento das exportações.

O BM diz que a recuperação modesta na África subsaariana é apoiada por uma melhoria de preços das matérias-primas.

Em uma atualização de seu relatório econômico, o Banco Mundial alertou entretanto que a melhora deste ano será temporária a menos que os governos adotem políticas focadas em melhora da participação da força de trabalho.

Por outro lado, a América Latina vai acelerar o crescimento para 2% em 2018, depois de ter atingido 0,9% em 2017, graças ao impulso do Brasil, que se expandirá 2%, à Argentina, que crescerá 3%, e ao México, que avançará 2,1%, todas estas economias com crescimentos acima dos verificados em 2017.

O crescimento, no entanto, não implica o abrandamento do ritmo das reformas que o Banco Mundial diz serem necessárias para explorar o potencial do continente africano.

A economia brasileira deverá crescer 2% em 2018 e 2,3% em 2019, segundo projeções divulgadas nesta terça-feira (9) pelo Banco Muncial. Para 2019, ocorreu leve aumento de 2,9% para 3,0%.

Comentários