James Franco responde acusação de assédio em entrevista

Ajustar Comente Impressão

Três mulheres fizeram comentários no Twitter alegando comportamento sexual inadequado de Franco, que no domingo estava vestindo um broche do movimento "Time's Up" apoiando vítimas de assédio sexual. Durante o late night, nem Colbert nem o ator mencionaram explicitamente um episódio de 2014 em que ele teria tentado seduzir uma garota de 17 anos e nem a acusação da atriz Violet Paley de que ele teria tentado lhe forçar a fazer sexo oral. Já Sarah Tither-Kaplan aos seguidores que, "há poucas semanas", o americano a fez se despir totalmente em dois de seus filmes. Na ocasião, o ator teria argumentado que a nudez não era exploração porque a colega havia assinado um contrato.

O New York Times decidiu cancelar um painel de discussão que ia ser protagonizado por James Franco, na sequência dos vários tweets que dão conta de alguns comportamentos de conduta imprópria por parte do actor.

"Primeiro, eu quero dizer que eu apoio isso". Eu fiquei muito empolgado por vencer o prêmio, mas só estar naquele local aquela noite já foi incrível. "Foi poderoso. Eu apoio a mudança", disse Franco.

Quando perguntado sobre as acusações contra ele, Franco disse a Colbert: "Havia algumas coisas no Twitter, não as li". Eu ouvi sobre elas.

Há um tempo o ator tem sido acusado de assédio pela também atriz e escritora Ally Sheedy, já fora das câmeras. "Não tive mais que um ótimo momento com ela", disse Franco. Tenho total respeito por ela e não sei por que ela está chateada. Ela apagou o tweet.

E defendeu: - Eu me orgulho de ser responsável pelas coisas que eu já fiz. Lembras-te quando empurraste a minha cabeça no carro em direção ao teu pénis, que estava exposto, e daquela vez em que disseste a uma amiga minha para ir até ao teu hotel quando ela tinha 17 anos?

"Se fiz algo de errado, irei consertá-lo". Então eu não quero refutá-las de alguma maneira, eu acho um movimento positivo e apoio. "Estou completamente disposto e quero fazê-lo", destacou o ator.

Ally Sheedy, que entretanto deixou a representação, insinuou no Twitter que algo acontecera no passado. Eu tenho que fazer isso. "Não sei mais o que fazer". Olha, eu realmente não tenho as respostas e eu acho que o principal de tudo isso é que a gente escuta. Eles tinham muito a dizer, e estou aqui para ouvir e aprender e mudar a minha perspectiva do lado de fora.

Comentários