Aumenta preço da gasolina em Sinop, aponta agência de petróleo

Ajustar Comente Impressão

A Petrobras anunciou um novo reajuste para os combustíveis, com aumento de 0,70% no preço da gasolina nas refinarias e queda de 0,20% no do diesel. A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho.

O consumidor final já pôde sentir no bolso que o preço médio da gasolina subiu na primeira semana do ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (9) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O estudo, realizado entre 30 de dezembro de 2017 e 6 de janeiro deste ano, mostra que, no Ceará, o preço médio ficou em R$ 4,129, abaixo do verificado na semana anterior (24/12/2017-30/12/2017), quando estava em R$ 4,154.

Desde julho do ano passado, quando teve início a política de reajustes frequentes de preços, o valor médio da gasolina nas bombas acumula alta de 18%. Mesmo assim, o Estado tem a terceira mais cara do Nordeste, atrás de Sergipe (R$ 4,187) e Alagoas (R$ 4,136). Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina subiu 0,76% na semana passada, de R$ 3,945 para R$ 3,975, em média. O melhor preço fica em Araguaína, R$ 2,99 o litro. Em Minas Gerais houve alta média no preço gasolina de 3,27%, de R$ 4,188 para R$ 4,325 o litro. O etanol no Tocantins sai por R$ 3,51 em média, mas para este combustível a pesquisa foi feita em 35 postos de cinco cidades.

Para o diesel, que é utilizado principalmente como combustível de caminhões, ônibus e veículos de carga, o preço médio no Tocantins é de R$ 3,27. Para o etanol, o valor mais em conta também é encontrado em Porto Nacional, R$ 3,22 o litro.

O gás de cozinha teve o preço médio reduzido neste primeiro ano de 2018, caindo de R$ 67,41 para R$ 67,20, representando um índice negativo de 0,31%.

Comentários