Diego não escolhe posição e projeta superar recorde no São Paulo

Ajustar Comente Impressão

"É um prazer apresentar o Diego para a torcida são-paulina. Uma confiança que ele me passou", disse o jogador na entrevista coletiva. É um líder. Há poucos dias, falei que o São Paulo busca contratações precisas para equilibrar o perfil do elenco com qualidade para termos um grupo ambicioso, não só nas pretensões, mas na qualidade de jogo. "Com certeza o Diego será uma referência", declarou Raí.

"Continuo sonhando e acreditando". O mais importante é começar bem, mostrar que tenho condições. "Se for aos amistosos, tenho que provar que posso estar no grupo", afirmou se referindo aos amistosos no fim de março, contra Rússia e Alemanha.

No São Paulo, Diego Souza vestirá a camisa 9 e deve ser acionado pelo técnico Dorival Junior para a posição de centroavante, substituindo Lucas Pratto, que deixou o time no início da semana. "Estou trabalhando, treinando, mas quando o Dorival precisar, estarei pronto".

"É um amigo, um grande jogador". Eu gosto de fazer gol. "Um dos meus objetivos neste ano é jogar a Copa do Mundo, mas também buscar títulos com o São Paulo, e, para isso, aí é trabalho".

- A escolha pelo São Paulo, sem dúvida, pela história. Para alcançar objetivos pessoais, precisa de uma grande equipe e um grande time, para ajudar e ser ajudado.

"Não tive nenhum contato com o Scarpa, até porque fiquei pouco tempo na minha volta ao Fluminense". Não estou preocupado se serei 9, 10, ponta. "Quero jogar bem e ajudar ele da melhor forma possível". O Tite me conhece. Não estou muito preocupado com isso. "Quero jogar bola. Quero jogar bem". Ele oscila demais. Não à toa passou por muitos clubes - considerou. Na Ucrânia, pela guerra, a equipe deixou de existir. Foram questões de oportunidades. Meu passe foi de uma empresa também e isso fazia com que eles tivessem porcentagem, vendesse. Nos últimos tempos eu dei uma sentada em uma cidade, parei com a correria e a loucura de procurar casa e escola. "Aí, você fica adaptado para fazer o que tem de melhor". É sempre um objetivo fazer da atual a sua melhor temporada. Não sabia se era o que queria. Tive essa conversa com Raí e sem dúvida nenhuma trocamos essa ideia e isso me fez acreditar no projeto, e vir ser feliz aqui no São Paulo.

Comentários