Mulheres sauditas poderão ver jogo de futebol no estádio pela primeira vez

Ajustar Comente Impressão

O primeiro jogo reuniu centenas de mulheres nas bancadas do estádio King Abdullah Sports City para o encontro entre o Al-Ahli Jeddah e o Al-Batin, treinado pelo português Quim Machado, a contar para a 17ª jornada do principal campeonato saudita.

Entre as reformas empreendidas pelo jovem príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, destacam-se a autorização de dirigir para as mulheres a partir de junho e a reabertura dos cinemas do país em março.

O número de torcedores nos estádios da Arábia Saudita recentemente tem entrado em declínio, e a decisão de permitir que as mulheres assistam aos jogos vem com o intuito de ajudar a remediar esse problema.

As mulheres foram autorizadas a assistir uma partida de futebol pela primeira vez na Arábia Saudita nesta sexta-feira.

Esta nova permissão para audiência feminina nos estádios arrancou esta sexta-feira e, para já, abrange somente três maiores cidades do país: Riade, Jidá e Dammam.

A reforma prevê também que, ao longo deste ano, os estádios estejam devidamente preparados para receberem espetadores do sexo feminino.

À AFP, Lamya Khaled Nasser, de 32 anos, uma das adeptas que foi ao estádio, disse estar orgulhosa e ansiosa por ver o jogo ao vivo.

"Este evento prova que estamos preparadas para um futuro próspero".

No entanto, sublinhe-se, estas medidas ofuscam o lado repressivo que ainda impera no país, sendo que as mulheres continuam a precisar de autorização dos homens para viajar para o estrangeiro ou abrir uma conta bancária, por exemplo.

Comentários