Seal se justifica após suposta crítica à Oprah no Instagram

Ajustar Comente Impressão

"Quando fazes parte do problema há décadas mas de repente todos acham que és a solução", escreveu sobre a montagem de duas fotografias onde a apresentadora surge a trocar confidências com o produtor Harvey Weinstein, alvo de várias acusações de assédio e abuso sexual.

"Esta noite, quero expressar a minha gratidão a todas as mulheres que aguentaram anos de abusos e maus tratos porque, tal como a minha mãe, tinham filhos para alimentar, contas para pagar e sonhos para realizar", afirmou a também produtora, empresária e atriz no discurso que levou a plateia a ovacioná-la por três vezes.

Oprah Winfrey foi homenageada no Globo de Ouro com um troféu pelo conjunto da obra, o mesmo que Meryl Streep ganhou no ano passado.

A FOX News fez uma nota sobre o ocorrido, dizendo que Seal criticou Oprah nas redes sociais, pouco depois dela ter feito o discurso que tanto chamou atenção.

Ao final, ele ainda encorajou as mulheres a continuarem denunciando os casos de assédio e de estupro, da mesma forma que ressaltou o quão corajoso tem sido aquelas que já delataram. Várias celebridades, entre elas a atriz Meryl Streep, o ativista e político Jesse Jackson, o cantor Billy Gillman, a escritora Roxane Gay e a apresentadora de televisão Ellen DeGeneres pedem-lhe que avance para a corrida à Casa Branca.

"Essa mulher é uma idiota útil ao sistema pró-liberal americano mas que não possui estrutura, credibilidade ou qualquer outra qualidade para liderar uma junta de freguesia, quanto mais a maior nação do mundo!", defende.

Ele se refere ao fato de que ela já é cotada para disputar a presidência dos Estados Unidos em 2020.

Comentários