Pelo terceiro dia consecutivo, vacinas acabam em Taubaté — Febre amarela

Ajustar Comente Impressão

Em São Paulo, a campanha emergencial com doses fracionadas será concentrada entre os dias 3 e 24 de fevereiro.

A vacinação de rotina continua da mesma forma, conforme orientação do Ministério da Saúde, nas demais áreas do país: dose única não fracionada para indivíduos que vivem nas áreas de recomendação da vacina e que nunca tomaram a vacina ao longo da vida e viajantes internacionais que irão para as áreas nas quais se exige comprovação vacinal. A vacina, depois de aberta, terá que ser fracionada e usada em até seis horas.

A capital paulista também dará início a vacinação fracionada em 3 de fevereiro, em 15 distritos das zonas Leste e Sul. Ainda não há previsão de quantas doses serão enviadas à cidade, e nem quando chegarão.

A informação foi publicada no site oficial da Anvisa, após ter sido anunciada a estratégia das doses fracionadas (liberadas para São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia).

O estado de São Paulo receberá de imediato o reforço de 1 milhão de doses da vacina contra febre amarela, antes mesmo da campanha emergencial marcada para fevereiro, que serão usadas para atender regiões com mais demanda, incluindo bairros da capital. Em 2016, foram 1.074. As áreas foram determinadas levando em consideração a epizootia (doença ocasionalmente detectada em animais, com disseminação rápida) no município de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Segundo Vanessa, a técnica só é necessária em casos onde a quantidade de vacinas disponíveis não é suficiente para imunizar todo o público-alvo. A dose não está indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pessoas imunodeprimidas, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (portadores de Lúpus, por exemplo).

Taubaté é uma das 52 cidades do Estado de São Paulo onde haverá a Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela. O último balanço da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado sexta-feira (12), indica também 40 casos confirmados da doença.

As mortes ocorreram nos municípios de Américo Brasiliense; Amparo; Atibaia; Batatais; Itatiba; Jarinu; Mairiporã; Monte Alegre do Sul; Nazaré Paulista; Santa Lucia e São João da Boa Vista.

Comentários