Bomba da Segunda Guerra por explodir encerra aeroporto londrino

Ajustar Comente Impressão

O fechamento do aeroporto desde a noite deste domingo, 11, provocou o cancelamento de todos os voos programados para esta segunda-feira, 12, afetando um total de 16 mil passageiros.

O executivo-chefe do aeroporto, Robert Sinclair, ressaltou que o aeroporto "está cooperando completamente com a Polícia Metropolitana e a Marinha e trabalha a fim de retirar o explosivo de maneira segura e resolver a situação da maneira mais rápida possível".

Londres já havia sido atacada anteriormente, mas os bombardeios registrados a partir dia 7 de setembro de 1940 são considerados a primeira operação concentrada. A ofensiva alemã continuou, ainda que não diariamente, por mais seis meses até maio de 1941.

A bomba que foi descoberta está por explodir. Apesar de terem quase 80 anos, esses artefactos podem ter preservado o seu poder de destruição.

Em março do ano passado, uma bomba foi encontrada numa região residencial de Londres. A área foi isolada e 80 moradores foram levados para um hotel.

"Enquanto nos esforçamos para progredir com a operação o mais rápido possível e minimizar a interrupção, é importante que todas as medidas e precauções necessárias sejam tomadas para a segurança", informou a polícia, em comunicado.

Os passageiros que viram o voo cancelado usaram as redes sociais para expressar confusão e frustração com o encerramento do aeroporto.

O aeroporto Cidade de Londres é o mais próximo do centro da capital britânica.

Comentários