São Miguel com cerca de 130 sismos esta noite

Ajustar Comente Impressão

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registou às 07h17 (hora local) nas estações da Rede Sísmica do arquipélago dos Açores, um sismo de magnitude 3,6 na escala de Richter com epicentro localizado a cerca de seis quilómetros a Sul-Sudeste de São Brás, em São Miguel, que foi sentido.

São sismos que não provocaram "quaisquer estragos", mas que, ao serem sentidos pela população "causaram alguma apreensão".

.

As placas tectónicas começaram a mexer-se "por volta das 2h00 da manhã". Vamos ver como se comporta. Presidente do IPMA fala em "crise sísmica" que se poderá prolongar "durante dias ou meses" e apela à população para seguir as indicações da Proteção Civil.

Devido à situação, o Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda à população que mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas. A atividade sísmica constante na parte central da ilha de S. Miguel se "mantém acima dos valores de referência", refere, em comunicado, o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA). Caso existam preocupações sobre água, electricidade e gás, as autoridades também aconselharam a população a desligar os circuitos, bem como a nunca utilizar elevadores e a afastar-se das janelas.

Os pedidos de informação não revelaram alarme, "porque esta situação não é nova para os açorianos", afirma fonte da Proteção Civil citada pela agência Lusa e segundo a qual o serviço se encontra de prevenção e atento à situação.

É também recomendado à população cuidados a ter com vidros partidos ou cabos de eletricidade, a limpar imediatamente os produtos inflamáveis que se tenham derramado e a soltar os animais domésticos.

Como exemplo, e de acordo com o IPMA, os sismos foram sentidos nas freguesias de Porto Formoso, Rabo de Peixe, Água do Alto e Furnas com magnitude de 2,7, 3,0, 3,2, 3,2 e 3,1, respectivamente, entre as 03h06 e 04h05.Posteriormente, foram sentidos mais sismos nas zonas da Ribeira Seca (freguesia de Vila Franca do Campo) e em São Brás (freguesia da Ribeira Grande) com magnitudes a variar entre 2,9 e 3,2, respectivamente.

Por fim, também aconselharam as populações a manterem-se longe das praias por risco de tsunami, apesar de ainda não haver qualquer alerta nesse sentido.

O CIVISA indica que continua a acompanhar o evoluir da atividade, emitindo novos comunicados se a situação o justificar.

Comentários