"Vi que não ia ser feliz no Benfica" — Gabriel Barbosa

Ajustar Comente Impressão

Gabriel Barbosa, formado no Santos, mostrou qualidade ao serviço do clube brasileiro, o que originou a cobiça de vários clubes europeus.

A passagem de Gabigol pelo futebol europeu foi apagada, mas o jogador diz que não se arrepende de ter deixado o Brasil para rumar ao Inter de Milão, que o emprestou depois ao Benfica e proporcionou depois o regresso ao Santos. "Posso falar que só joguei em grandes clubes", disse Gabigol, que não descarta a possibilidade de defender um rival do Santos no futuro - embora não prefira. "Espero ficar muito tempo no Santos e não jogar nos rivais", acrescentou.

"Vejo minha ida para a Inter com um grande orgulho". É um grande clube, com grande tradição, não me arrependo. O futebol [em Itália] é diferente, mais tático. Houve alturas em que a equipa [Inter] estava mal e precisava de jogadores mais experientes. "Vi que não ia ter sequência de jogo, que não ia ser feliz por não jogar mais tempo, então decidi em conjunto com os meus pais voltar para o Brasil", reiterou o internacional brasileiro que apenas cumpriu cinco encontros de águia ao peito. A minha adaptação também não foi boa. Só estive um ano e ao inicio é complicado. "Cada um faz o que se sente bem, fica tranquilo, não tem problema nenhum", completou.

Comentários