Pé quente, filha de Serena acompanha EUA na Fed Cup. Veja vídeo

Ajustar Comente Impressão

O jogo não tinha caráter decisivo, já que os EUA já lideravam a série contra a Holanda por 3 a 0. Diante da importância do retorno, a derrota por 2 sets a 0 (6/2 e 6/3) ficou em segundo plano.

Com a vaga na semifinal assegurada, a equipe norte-americana não disputou o quarto jogo de simples. Assim, o retorno de Serena às quadras aconteceu nas duplas, ao lado da irmã Venus Williams. Sua primeira filha, Alexis, nasceu em setembro de 2017. O último jogo oficial de Serena, hoje com 36 anos, aconteceu na conquista do Australian Open do ano passado, quando ela ergueu a 23ª taça de um Grand Slam. Ao lado da compatriota Lauren Davis, a ex-número 1 do mundo enfrenta as holandesas Lerlei Kerkhove e Demi Lesleyschuurs, em Asheville, nos EUA, na Federations Cup. Em dezembro, Williams foi superada em um amistoso contra a letã Jelena Ostapenko. Na próxima fase, a ser disputada apenas em 21 e 22 de abril, a França será a adversária. Petra Kvitova superou Belinda Bencic por 6/2 e 6/4 e assegurou a vaga a seu país.

Já neste domingo, Venus bateu Hogenkamp e classificou as norte-americanas às semifinais da Fed Cup.

Comentários