Ryan Murphy fechou contrato de exclusividade com a Netflix

Ajustar Comente Impressão

O acordo é de cinco anos, incluindo filmes e séries, e o New York Times afirma que o valor foi de US$ 300 milhões, segundo duas fontes com conhecimento da negociação.

O produtor Ryan Murphy, criador das aclamadas séries American Horror Story, American Crime Story e Feud, fechou contrato de exclusividade com a Netflix. Sua dedicação incessável de dar voz àqueles pouco representados e representar algo de uma perspectiva única para nos chocar, permeia em todos os seus trabalhos.

Um dos produtores mais cobiçados de Hollywood está de emprego novo. Eu sou muito grato por Ted Sarandos, Reed Hastings and Cindy Holland da Netflix por acreditarem em mim e no futuro da minha marca, que continuará a empoderar as mulheres, as minorias e os heróis e heroínas LGBTQ, e sou grato e honrado em continuar a minha parceria com meus amigos da Fox com nossos seriados que continuam existindo, explicou o escritor. A contratação promete não impactar o destino de 9-1-1, renovada para segunda temporada, e Pose, com estreia ainda indefinida. Murphy continuará a ser o produtor executivo das séries que criou para a Fox. Se o número realmente for esse, o acordo é um dos maiores já feitos para um produtor de TV. Agora, Murphy está de casa nova e passa a fazer parte do "quadro de funcionários da Netflix".

Murphy é também argumentista em quase todas as suas séries e além do seu trabalho televisivo realizou para o cinema Comer, Orar, Amar (2010), com Julia Roberts, ou o telefilme premiado com um Emmy The Normal Heart (2014), para a HBO.

Comentários