Sem Engenhão, Flamengo e Boavista levam final para o Espírito Santo

Ajustar Comente Impressão

' O Botafogo de Futebol e Regatas informa que a final da Taça Guanabara, entre Boavista e Flamengo, não será realizada no Estádio Nilton Santos.

Esperava-se que o duelo marcado para este domingo, às 17 horas, fosse disputado no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Botafogo e Flamengo não falam a mesma língua desde a conturbada transferência de Willian Arão para a Gávea em 2016.

Caso o Botafogo não volte atrás da decisão, a final da Taça será disputada no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 17h.

Por sua vez, o Kléber Andrade entrou na rota do futebol carioca.

A rivalidade aguçada entre Botafogo e Flamengo nos últimos anos ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira: o Alvinegro comunicou à Ferj que não irá disponibilizar o Estádio Nilton Santos para a realização da final da Taça Guanabara, entre Flamengo e Boavista.

Todo o impasse começou no último sábado.

O Botafogo confirmou na manhã desta terça-feira (13), em nota oficial divulgada pelo clube. Dominando o jogo em maior parte do tempo, o rubro-negro confirmaria a vitória nos minutos finais, quando o jovem Vinicius Junior fez um gol e comemorou fazendo um gesto de choro, fato que havia sido 'inventado' pelo atacante Souza, no fim da última década.

O acordo foi costurado através da empresa do ex-jogador Roni, que sugeriu o estádio como novo local do confronto, já que as equipes não poderão utilizar o Maracanã, que está voltado para shows durante o mês, e o Nilton Santos foi vetado pelo Botafogo após a polêmica envolvendo a comemoração de Vinicius Junior, do Flamengo.

Comentários