Google leva ferramenta AMP ao Gmail em busca de interatividade e rapidez

Ajustar Comente Impressão

No entanto, como parte do AMP, que é um projeto aberto, o Google também liberou as ferramentas para que todos os sites possam implementar seus Stories. Alguns parceiros como a CNN e o Washington Post já estão testando o formato. A aposta é com as Accelerated Mobile Pages (ou Páginas Móveis Aceleradas - AMP), aquelas páginas que possuem um pequeno ícone de raio e abre instantaneamente, muito populares em rede sociais. Se você ficou com vontade de realizar um teste para saber como funcionaria, basta rolar até o final desta página e acessar os stories do Google em seu smartphone ou computador.

"Por exemplo, imagine que você pudesse completar tarefas diretamente no e-mail".

Essa especificação permitirá que o conteúdo de um e-mail seja atualizado quando necessário; como para acontecerem mudanças no horário de um voo, por exemplo.

"Hoje estamos trazendo o poder das AMP para o email por meio do Gmail Developer Preview of AMP for Email - uma nova forma dos desenvolvedores fazerem com que as mensagens sejam mais interativas e envolventes".

"Nosso objetivo é elevar e modernizar a experiência de e-mail por meio de um suporte adicional para conteúdo dinâmico e interatividade enquanto mantemos os usuários seguros", afirmou o desenvolvedor de AMP William Chou em um tópico do projeto AMP no repositório on-line GitHub.

Por seu turno, a integração no Gmail faz com que esta seja a grande utilização do AMP.

Desde que introduziu as AMP em 2015, a Google vem aprimorando a ferramenta, deixando-a mais leve e responsiva, além de disponível nos mais diferentes formatos.

Comentários