Jogador ex-Chape morre durante treino na BA

Ajustar Comente Impressão

Mesmo sendo levado ao hospital, não resistiu.

O corpo do meio-campo Danilinho, que morreu após sofrer um mal-estar durante um treinamento do Juazeirense na última quarta-feira, no estádio Paulo Coelho, em Petrolina, vai ser sepultado em Bauru, sua cidade natal. Ele chegou na Juazeirense em dezembro de 2017 e disputou apenas uma partida pelo clube, na estreia do campeonato baiano, no empate em 2x2 contra o Vitória.

CSA e Chapecoense também lamentaram a morte do jogador. O atleta deixou a mulher e um filho de 10 anos.

Jogador do Juareizense chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.

Segundo informações do site Globoesporte.com da Bahia, de acordo com a assessoria de imprensa da equipe, o jogador de 32 anos já tinha treinado e estava parado no momento em que se sentiu mal, agachado no gramado, observando o treinamento. A causa da morte não foi confirmada pelos médicos do Hospital Memorial de Petrolina. No currículo, ele teve passagens por clubes como Atlético-GO, Figueirense e Chapecoense. O presidente do clube baiano, Roberto Carlos, afirmou que foi ao cartório de Petrolina nesta quarta-feira dar entrada no procedimento para liberação do corpo.

"Estamos prestando todo o apoio a família do atleta e o clube fará todos os procedimentos necessários. Em Chapecó, Danilinho fez 13 partidas e marcou dois gols em 2013".

Outro clube que o atleta passou, o Remo-PA, também manifestou solidariedade à família.

Comentários