Kim Jong-un recebe irmã como heroína

Ajustar Comente Impressão

Neste contexto, 61,5% dos inquiridos apoiam a reunião proposta a Moon pela irmã de Kim Jong-un, Kim Yo-jong, aquando da visita que fez à Coreia do Sul como parte da delegação norte-coreana que assistiu à inauguração dos proclamados "Jogos da Paz".

O líder norte-coreano Kim Jong Un agradeceu as boas-vindas de Seul à delegação de seu país, que incluiu sua irmã, Kim Yo Jong.

Determinado a defender a dura postura dos EUA para conter o avanço nuclear norte-coreano - que no ano passado deu margem a ameaças mútuas de guerra - o vice-presidente Mike Pence manteve-se sentado no desfile da delegação unificada das duas Coreias na abertura dos Jogos, enquanto o público ovacionava.

Em sua viagem, Kim Yo Jong apertou a mão do presidente sul-coreano, Moon Jae-in, torceu para a equipe feminina unificada de hóquei no gelo e transmitiu um convite de seu irmão Kim Jong Un para participar de uma cúpula em Pyongyang.

Apesar do discurso conciliador, o presidente sul-coreano deixou claro na noite do dia 10, que não se distanciará dos seus aliados (EUA e Japão) até que a Coreia do Norte renúncie ao seu programa de desenvolvimento de armas nucleares.

Os Jogos Olímpicos de Inverno em PyeongChang, na Coreia do Sul, ainda estão em andamento, mas já há quem esteja celebrando um balanço positivo - e não por razões esportivas.

No entanto, Moom afirmou na terça-feira que os EUA "veem o diálogo inter-coreano positivamente e expressaram vontade de dialogar com o Norte".

Os Estados Unidos estão dispostos a encetar conversações diretas com a Coreia do Norte, para pôr fim ao conflito diplomático que se arrasta há vários meses.

Kim Yo Jong viveu uma ascensão fulgurante ao topo do poder, que seu irmão herdou do pai de ambos no fim de 2011.

O último membro da família Kim a visitar Seul havia sido seu avô Kim Il Sung, fundador do regime, quando suas tropas conquistaram a capital em 1950.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) arcará com os gastos de 22 atletas norte-coreanos também presentes no vizinho do sul.

Comentários