Superação da violência é o tema da Campanha da Fraternidade 2018

Ajustar Comente Impressão

Também é lançada a Campanha da Fraternidade 2018, com um tema bem atual: Fraternidade e Superação da Violência. Este caminho de conversão quaresmal, em vista de uma cultura da paz, exige o enfrentamento da realidade de exclusão. É preciso acabar com todo tipo de comportamento que gere a violência, seja a discriminação, estigmas sociais, preconceitos ou mesmo atos violentos. É preciso cultivar um modo de agir cordial, respeitoso com o próximo, não utilizando expressões verbais que ofendam ou denigram nosso irmão. Quanto ao lema "Vós sois todos irmãos" busca resgatar o sentido da Fraternidade dos povos somos todos irmãos e irmãs filhos e filhas de um mesmo Pai por isso iluminados pelo Evangelho do Reino somos chamados a não violência. "Vamos cobrar dos governos a elaboração de políticas públicas contra a violência, vamos mostrar aos nossos fiéis como a violência chega em cada indivíduo e se instala em nossas famílias e sociedade". A busca da justiça que conduz à paz não se faz pela violência. A violência é mentira que se opõe à verdade da nossa fé, à verdade da nossa humanidade.

"Portanto, a violência cultural não é, necessariamente, uma causa da violência direta, mas cria as condições em meio às quais chega a tornar-se difícil, para a sociedade, reconhecer um sistema como violento".

No cartaz, segundo o secretário-executivo das Campanhas da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Luís Fernando, as pessoas que nele formam um círculo e unem as mãos indicam que a superação da violência só será possível a partir da união de todos.

Esse período de 40 dias da Quaresma é quando se exercitam o jejum, a esmola e a oração.

Quanto a prática da esmola, o papa disse que ela "liberta-nos da ganância e ajuda-nos a descobrir que o outro é nosso irmão".

Ás 9h o bispo de Rio Preto, Dom Tomé Ferreira da Silva, vai celebrar uma missa na Catedral de São José.

Hoje é quarta-feira de cinzas, dia 14 de fevereiro de 2018, data que dá início ao período da Quaresma, de quarenta, o número de dias que antecedem a Páscoa (os domingos não são considerados nessa contagem).

A Missa de Abertura da Campanha da Fraternidade 2018 está marcada para esta quarta-feira, às 12h, na Catedral Metropolitana, e também marca o início da Quaresma, que segue até 29 de março. Os dados são do Atlas da Violência 2017, produzido pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Comentários