BRF: chapa apresentada por Abilio Diniz para o Conselho fica esvaziada

Ajustar Comente Impressão

Além de Augusto Marques da cruz Filho, também enviaram carta à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedindo exclusão Walter Malieni, José Luiz Osório e Roberto Antônio Mendes. Além disso, já estava comprometido com os fundos Petros e Previ, que também indicaram meu nome para compor o Conselho - disse Cruz ao GLOBO.

Na prática, significa que caiu a chapa que elaborada por Previ e Petros há duas semanas foi para o espaço - assim como a chapa alternativa, proposta por Abilio, também morreu ontem.

Abilio e os fundos estão guerra pelo comando da BRF desde que as ações da companhia despencaram em razão dos prejuízos operacionais e das investigações da Operação Carne Fraca.

Depois de dois dias de discussões infrutíferas, Abilio utilizou o comando que tem no conselho para aprovar a chapa alternativa e usou como estratégia incluir alguns nomes que já haviam sido sugeridos pelos fundos.

Abilio apresentou a nova chapa para concorrer com a de Previ e Petros na assembleia de acionistas, que ocorrerá no dia 26 de abril. "O grupo reuniu condições de fazer o trabalho de que a empresa precisa", disse Augusto Cruz, presidente do conselho da BR Distribuidora.

- Decidi que não farei parte dessa chapa já que não fui previamente consultado. Ele já presidiu o Pão de Açúcar, empresa vendida pela família Diniz ao grupo francês Casino, e é um desafeto do empresário.

Francisco Petros, que bateu de frente com a atual administração, é mesmo um predestinado.

A essa altura das negociações ninguém consegue entender a agenda de Petros e o motivo dele barrar o acordo que pode selar a união na gigante de alimentos. Ele figura como vice-presidente da chapa apresentada pelos fundos. Apesar de juntos terem participação de 22% - superior a de Abilio e Tarpon, que possuem cerca de 12,5% - os fundos de pensão preferem o consenso.

Pela indicação dos fundos, o executivo deverá ocupar a presidência do Conselho em substituição a Abilio Diniz, caso a chapa seja aprovada. Tanto a montada pelos fundos de pensão como a desenhada por Diniz. Em nota, a CVM disse que foi comunicada e a questão será analisada em processo.

Comentários