Polícia prende 20 em operação contra o tráfico no Rio

Ajustar Comente Impressão

Nesta sexta-feira (13), agentes da Polícia Civil realizam uma operação contra o tráfico de drogas na Região Metropolitana da cidade do Rio de Janeiro. A partir da quebra de sigilo dos dados de seus celulares, os agentes mapearam os planos de tráfico para a região. Todas as comunidades seriam dominadas por uma mesma facção criminosa.

A polícia começou a investigar o esquema em setembro passado depois que os traficantes Samuel Peçanha Fonseca, o Paulista, e João Victor Couto Neves de Araújo, o Di Gato, foram presos. Os 74 alvos da operação foram denunciados pelo MPRJ pelos crimes de associação para o tráfico e tráfico de drogas. Além deles, estão, André Egger Vieira, o "51"; e Alexsandro da Silva Gonçalves, o "Café"; que seriam chefes da organização criminosa nas favelas da Caixa D'água, Sem Terra e Cação. Estas duas últimas comunidades fazem parte dos bairros Jardim Mar e Brisamar, em Itaguaí. Ambos vivem no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio, de onde comandam as atividades criminosas e para onde o dinheiro das vendas de drogas é enviado.

Segundo a polícia, os dois principais responsáveis pelo tráfico no São Simão são Luís Carlos Silva de Marins, o Macaquinho ou MC, e Daniel Afonso de Andrade, o Danado. Cananeus eram os habitantes do reino antigo de Canaã, situado no Oriente Médio, correspondendo aproximadamente ao território de Israel nos dias de hoje. Em parceria com o MP (Ministério Público), a "Operação Cananeu" tem como objetivo o cumprimento de mandados de prisão preventiva e de apreensão de menores infratores, além de mandados de busca e apreensão nos municípios de Queimados e Itaguaí.

Comentários