Braga vence e coloca Sporting (provisoriamente) no quarto lugar

Ajustar Comente Impressão

Depois do empate em casa do Feirense (2-2) na última ronda, o Sp. Braga precisa de vencer para tentar voltar a aproximar-se do Sporting, que aproveitou o deslize dos bracarenses, ao bater em casa o Paços por 2-0, chegando aos 68 pontos no terceiro lugar. Com estes três pontos conquistados, a equipa de Abel Ferreira subiu, à condição ao terceiro lugar, em igualdade com o Sporting. Por seu lado, o Paços de Ferreira prossegue na 15ª posição, para já quatro pontos acima da zona de despromoção.

Os "arsenalistas" tem duas baixas, Vukcevic e Bruno Viana cumprem um jogo de castigo. Também elogiou o adversário, dizendo que os pacenses têm "uma equipa muito competitiva, bem organizada e que sabe muito bem o que quer do jogo". Após indicação do assistente, o árbitro Fábio Veríssimo apontou para a marca de grande penalidade e mostrou o cartão vermelho ao lateral do P. Ferreira, por entender que Paulinho estava isolada na cara de Defendi. O português alargou, deste modo, a superioridade minhota no marcador. A partida foi interrompida durante largos minutos, forçando o treinador e o capitão do SC Braga, Marcelo Goiano, a pedirem aos adeptos para se acalmarem, de modo a retomar o encontro e evitar problemas futuros. Não alterámos o modelo de jogo e conseguimos equilibrar a criar oportunidades e fazer um golo.

Os "castores" não contam com o guarda-redes Mário Felgueiras que está lesionado.

No segundo tempo, o Paços de Ferreira apareceu mais solto, com Pedrinho a dar-se bastante ao jogo. O resultado manteve-se até ao intervalo, com ambas as equipas a dirigirem-se aos balneários esperando melhorar alguns aspetos na segunda parte. Assim, o ponta de lança brasileiro marcou o sétimo golo na Liga NOS.

Ao sofrerem este golo, os Gverreiros do Minho retomaram o controlo do jogo e aumentaram a pressão na partida. Esse subir de rendimento permitiu que o SC Braga marcasse o seu terceiro golo, aos 62 minutos, por Ricardo Horta.

Comentários