Prisão de Lula é justa para 54% dos brasileiros, diz Datafolha

Ajustar Comente Impressão

Hoje, 62% acreditam que Lula não será um dos postulantes á presidência na eleição de outubro. Nesse último cenário, sem Lula e sem a candidatura à reeleição de Michel Temer (MDB), Bolsonaro e Marina aparecem tecnicamente empatados, com 17% e 15% das intenções de voto, respectivamente.

Já Ciro Gomes fica com 9% das intenções de voto. Já o ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa - que entrou no PSB, mas ainda não se lançou candidato - oscila entre 9 e 10%. O petista aparece agora com 31% das intenções de voto, uma queda em relação ao levantamento anterior, realizado no fim de janeiro quando aparecia com 37%.

O Datafolha ouviu 4.194 pessoas, entre os dias 11 e 13 deste mês, em 227 municípios. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

O PT informa que registrará a candidatura de Lula no próximo dia 15 de agosto, seguindo o calendário eleitoral do TSE.

Ainda com essa mesma constelação de candidatos, Geraldo Alckmin aparece com até 8%, e Haddad com apenas 2%, o que reflete o atual dilema do PT: o partido ainda mantém o ex-presidente como pré-candidato, mas, nos bastidores, debata-se alternativas. Os três registraram nesse cenário 5% da preferência, cada um, desse eleitorado.

Lula deveria disputar a eleição, ou deveria ser impedido?

A prisão de Lula foi justa? Completam o cenário, Alvaro Dias (Podemos): 3%; Manuela D'Ávila (PC do B): 2%; Fernando Collor de Mello (PTC): 1%; Rodrigo Maia (DEM): 1%; Henrique Meirelles (MDB): 1%; e Flávio Rocha (PRB): 1%.

Entre os nomes lançados na disputa eleitoral, os que mais se beneficiam com a ausência do líder petista são a ex-senadora Marina Silva (Rede) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que foram ministros de Lula, mas se distanciaram muito do PT nos últimos anos. Com Jaques Wagner como candidato petista, Temer e o ex-governador recebem 1% das intenções de voto. Num segundo turno, Lula ganharia de Bolsonaro (48% a 31%), Alckmin (48% a 27%) e Marina (46% a 32%).

Comentários