Coreia do Norte celebra aniversário do fundador sem desfile militar

Ajustar Comente Impressão

Kim Jong-un visitou pela primeira vez a China em março passado, uma viagem secreta que reabriu os laços entre ambos os governos, que tinham ficado paralisados pelo desacordo de Pequim com o programa nuclear e balístico norte-coreano e o conseguinte apoio das sanções da ONU contra Pyongyang. A informação foi divulgada pela agência estatal da Coreia do Norte, a KCNA.

Os Jogos Olímpicos de Inverno, que decorreram em fevereiro na Coreia do Sul, criaram um ambiente de apaziguamento entre as duas Coreias.

Acredita-se que a não citação, bem como a posição mais branda do governo norte-coreano tenha ligação com as reuniões marcadas com a Coreia do Sul e, principalmente, os EUA.

As duas anteriores cimeiras intercoreanas, em 2000 e 2007, decorreram em Pyonyang.

Comentários