Caboclo é eleito presidente da CBF

Ajustar Comente Impressão

Candidato único na eleição, Rogério Caboclo foi eleito nesta terça-feira o 20º presidente da história da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Marco Polo del Nero está afastado da presidência da CBF. Com o acordo político costurado, Caboclo contou com o aval de 37 clubes e 25 federações. Uma abstenção (Flamengo), uma ausência (Atlético-PR) e um voto em branco (Corinthians).

Esta foi a primeira eleição na CBF desde a alteração do estatuto ocorrida em março do ano passado, que concentrou ainda mais poder nas federações estaduais.

As eleições da CBF apresentam um questão curiosa: o eleito assume apenas um ano depois. Ele assume o cargo após o fim do mandato de Marco Polo Del Nero, em abril de 2019 e permanecerá no posto até 2022. O futuro presidente da CBF também será o chefe de delegação da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia. O dirigente de 45 anos foi indicado por Marco Polo del Nero, que deixou o cargo após diversas acusações de corrupção. Até lá, se Del Nero não voltar, a entidade fica sob comando do vice Antônio Nunes - na verdade, uma figura decorativa, uma vez que as ordens na confederação partem de Del Nero e Caboclo.

"Contar com o apoio quase unânime dos clubes e unânime das federações, muito me encoraja". Atualmente, ele também é CEO da organização da Copa América 2019, que será disputada no Brasil. "Como escrevi no relatório da CPI do Futebol, o crime organizado no futebol brasileiro tem endereço conhecido, assim como os membros da quadrilha que lá atuam", disse Romário sobre a eleição na CBF. Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, até tentou, mas não conseguiu.

Caboclo chegou a desagradar presidentes de federações e até de clubes, justamente por sua facilidade em negar pedidos. Mais a presença de 20 clubes da série B.

Pela manhã, os presidentes de federação irão apreciar as contas da CBF referentes ao exercício de 2017.

Assim, Caboclo foi eleito com 135 dos 141 votos possíveis.

Para comentar na página você deve estar logado. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região.

Comentários