Lava de vulcão cobre estradas no Havaí e pode forçar mais retiradas

Ajustar Comente Impressão

Segundo a mitologia local, é a deusa do fogo, Madame Pele, quem está na origem da erupção do vulcão Kilauea, a 3 de maio, e das fissuras que se seguiram.

"A erupção de cinza aumentou de intensidade" desde terça-feira de manhã, no Kilauea, e a nuvem de cinza tem já entre três mil e seis mil metros de altura, indicou. Autoridades já ordenaram a retirada de quase 2 mil moradores do distrito de Puna, na Ilha Grande, que abriga cerca de 187 mil pessoas.

Embora a atividade vulcânica se mantenha "muito variável", pode "tornar-se explosiva a qualquer momento, aumentando a intensidade da produção de cinza e de projéteis".

De acordo com a proteção civil havaiana, o aviso vermelho representa ainda maior risco para a saúde.

Por enquanto, cerca de 40 casas e construções ficaram destruídas pela passagem da lava incandescente, e os cientistas indicaram que se os níveis de lava continuarem caindo na cratera, provavelmente mais fissuras aparecerão no terreno e fluirão correntes de lava e fumaças tóxicas.

As autoridades indicaram que haviam aparecido duas novas fissuras na zona Lanipuna Gardens, cujos residentes receberam no início do mês a ordem de evacuação depois que o vulcão entrou em erupção e dois terremotos sacudiram a ilha.

O Kilauea, a 1.200 metros de altitude, é um dos mais ativos no mundo e um dos cinco existentes no arquipélago norte-americano.

Descarregue a nossa App gratuita.

Comentários