Novos YouTube Music e YouTube Premium são oficialmente anunciados

Ajustar Comente Impressão

"Os dias de ir e vir entre vários aplicativos de música e o YouTube acabaram".

O YouTube oficializou nesta quinta-feira (17) a separação do serviço de assinatura YouTube Red em dois: o serviço de streaming YouTube Music e o YouTube Premium, que dará acesso a conteúdo exclusivo e produções originais aos usuários.

O aplicativo do serviço também trará sugestões ao usuário, com base em seu hábitos e gosto musical - levando em consideração, inclusive, histórico, localização e atividades. o YouTube Music custará US$ 9.99 por mês e trará experiência sem publicidade entre músicas e a possibilidade de baixar ou tocar músicas no background.

Como era esperado, o Google anunciou dois novos serviços com a marca YouTube: um voltado para música, e outro para produção original de vídeos. Até que isso aconteça, o Google Play Música vai continuar funcionando dentro do país - a tendência é que ele seja aposentado com o passar do tempo, e seus assinantes migrem para o YouTube Music.

No quesito preço, o serviço de música da empresa baterá de frente com as principais plataformas de streaming de música já disponíveis, além de oferecer uma opção gratuita, vantagem em cima do Apple Music, que só oferece versão paga. O serviço contará com álbuns e músicas oficiais, serviço estilo rádio, suporte a playlists e tudo o que uma plataforma decente de música precisa ter. Inicialmente, eles vão ser lançados nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, México e Coreia do Sul, com expansão já prevista para Áustria, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Noruega, Rússia, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido.

Aqui no Brasil, o que nos resta é assinar a página do YouTube Music para ser notificado assim que ele estiver disponível por aqui.

O YouTube Premium custa US$ 12 por mês e está disponível nos mesmos países do YouTube Music. Quem não for assinante e quiser garantir o valor mais barato antes do lançamento do YouTube Premium pode se inscrever agora.

Comentários